Dieta Mediterrânea

Há substanciais evidências que a dieta mediterrânea reduz a incidência de doenças cardiovasculares, por causa das propriedades antioxidantes contidas nos alimentos que fazem parte da dieta.

A dieta mediterrânea preconiza:


• Não usar manteiga ou creme de leite (chantily) ou alimentos que os contenha, por exemplo, biscoitos amanteigados.
• Consumo moderado de laticínios (leites, queijos,iogurtes e etc... )
• Usar somente azeite de oliva ou óleo de canola, não usar nenhum outro óleo ou margarina.
• Dar preferência ao uso de carnes brancas, principalmente peixe, eliminando carne de porco, boi, carneiro e coelho.
• Centralizar as refeições no pão, cereais, legumes frescos ou secos, frutas frescas ou secas.
• Consumir moderadamente o vinho dando preferência aos tinto e ás refeições.

Alimentos injustamente proibidos:
• Camarão e ou crustáceos
• Pão
• Vinho
• Queijos
• Frutas e legumes oleaginosos
• Ovos

Os ácidos graxos polinsaturados ( 3) de origem vegetal, por exemplo, sementes de linhaça dourada ou animal, por exemplo, peixe.
O ácido linolênico e o ácido oléico formam a base protetora da dieta mediterrânea.

Recomendações Dietéticas da Dieta Mediterrânea
Gordura total < 30% Aumentar o aporte de antioxidantes naturais
________________________________________
Ac.Graxos saturados 7 – 8% ( ricos em flavonóides)
Ac. Graxos polinsaturados 4 – 6%
AC. Assegurar grande aporte de Vitaminas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia Também: