Orientações Nutricionais para Colecistectomia

Preferir

• Consumo de pouca gordura em cada refeição, pelo menos no primeiro mês, enquanto o organismo se adapta a funcionar sem o reservatório de bile;
• Carnes magras (retirar a pele do frango e gordura aparente da carne bovina antes do preparo);
• Preparações cozidas e grelhadas;
• Peixes cozidos ou assados: bacalhau, linguado, cavalinha, sardinha, atum e salmão;
• Sobremesas à base de frutas, gelatinas, geléia de mocotó, mel;
• Infusões claras de café, chá e mate;
• biscoito de água e sal, torradas;
• Óleo não aquecido, adicionando-o cru após a preparação do alimento;
• Ovo cozido (três vezes por semana);
• Hortaliças não flatulentas modificadas pelo cozimento: batata, abóbora, chuchu, cenoura, abobrinha;
• Realizar de 5 a 6 refeições por dia, respeitando os horários;
• Alimentação em ambientes calmos para facilitar a digestão.

Evitar

 
• Alimentos gordurosos (a ingestão deve ser restringida principalmente no primeiro mês; posteriormente podem ser introduzidos lentamente);
• Frituras, feijoada, dobradinha, sarapatel;
• Líquidos até uma hora antes, ou após as principais refeições (almoço e jantar);
• Fast Foods: hambúrgueres, biscoitos, salgadinhos;
• Gordura animal (banha, toucinho, bacon, manteiga);
• Vísceras, embutidos (lingüiça, salame, mortadela);
• Biscoitos e Pães recheados, doces com cremes, folhados;
• Oleaginosas: amêndoas, nozes, castanha-do-pará, abacate;
• Bebidas alcoólicas, pimenta, picles, mostarda, páprica, curry, molhos picantes, azeitonas, noz-moscada;
• Alimentos flatulentos: brócolis, couve-flor, repolho, batata-doce.


Autoria: Luana Santiago

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia Também: